|
August 13, 2018
|

Como a User Experience interfere no sucesso do aplicativo?

User Experience

Se até pouco tempo atrás um bom site para ser acessado pelos computadores era um diferencial para conquistar os usuários ( user), hoje é preciso ir além. As pessoas passam cada vez mais horas de seus dias conectadas através dos smartphones e tablets, graças à portabilidade desses aparelhos. Por isso, não é de se espantar que o mercado dos aplicativos cresce constantemente.

Se seu objetivo é criar um aplicativo para atrair os usuários – independentemente do setor ou função dele – então você precisa pensar na User Experience. Uma boa User Experience é diferencial que vai permitir que as pessoas gostem de usar o seu app e não vão desinstalar logo em seguida – um fenômeno bem comum e razão da apreensão de qualquer desenvolvedor. Se você deseja tirar o melhor das suas ideias, aprenda agora a importância da User Experience para o sucesso do seu aplicativo.

Afinal, o que é User Experience?

A User Experience, comumente abreviada para UX, significa literalmente “experiência do usuário”. Como o nome indica, ele pretende valorizar a qualidade da navegação no aplicativo pelo consumidor. Ela é primordial para ser capaz de entregar a melhor solução para os seus clientes e se destacar entre a concorrência.

Para que isso aconteça, é preciso que o usuário não encontre dificuldades durante a sua navegação. Isso inclui ter uma interface intuitiva e um carregamento rápido, mas vai além: o conteúdo, as configurações, o design, todos devem ser pensados no que seu usuário necessita antecipadamente. Para criar essas estratégias vale usar pesquisas de público, análises de mercado, estudo de tendências, etc.

Como aplicar a User Experience no seu app

Todas as funções do aplicativo devem se apresentar claramente para o usuário, com menus simples e autoexplicativos. Ter uma tela de abertura ou uma janela de dicas na primeira utilização auxilia a introduzir toda a capacidade do sistema e a localizá-los para o cliente. Mas cuidado para não estender essa apresentação por muito tempo ou ele pode perder o interesse rapidamente, afinal, é a primeira impressão que conta.

Ao elaborar a interface, pense no que é mais comum entre os aplicativos padrões para criar um sistema que não fuja do que ele está acostumado. Evite tentar se diferenciar saindo do padrão porque isso, nessas questões estruturais, pode ser um problema. Trocar a posição de botões de “salvar” e “cancelar”, por exemplo, é motivo de frustração para o usuário desatento. O mesmo vale para a organização do conteúdo de cada página e posicionamento dos menus. Quanto mais simples e intuitivo, mais conveniente será.

Crie recursos para facilitar a utilização do app. Possui um sistema de cadastro de conta? Permita que o login seja salvo para evitar que tenha que se reconectar toda vez. Se tiver também um site, garanta que os dois funcionem de forma similar para evitar confusões e para trazer informações e preferências pessoais de um para o outro. Tenha mecanismos de busca interna, usando palavras-chave, para que o usuário encontre o que precisa com a mínima procura. Se for possível, pense em recursos que possam ser acessados offline, para evitar gastos de redes de dados e permitir a utilização mesmo sem sinal.




Seguindo os princípios da User Experience, você estará no caminho de criar um aplicativo de sucesso. Para aprender mais, confira também nosso post com 5 truques para melhorar a experiência do usuário no app e conte com a TotalCross para ajudar a desenvolver seu aplicativo com eficiência.

Comments

More articles

Afinal, é possível criar app sem saber programação?

November 16, 2018

Como transformar um website em aplicativo?

November 14, 2018

Aplicativos: O que conhecer antes de criar um

November 13, 2018

É possível instalar aplicativos Android no Windows?

November 9, 2018