|
November 13, 2015
|

Mundo mobile: dos Palms à evolução dos smartphones

Em pouco mais de duas décadas, o mundo mobile evoluiu de aparelhos que apenas nos permitiam fazer ligações em alguns lugares para smartphones que tiram fotos, gravam vídeos em alta resolução, acessam a internet e ainda dão acesso a bilhões de apps. E o melhor de tudo: fazendo ligações. A era dos telefones inteligentes foi iniciada pela Palm e hoje é dominada pela Apple, com o iOS e pelo Google. Entretanto, “correndo por fora”, encontram-se Microsoft e BlackBerry, com dispositivos igualmente fantásticos, belos e únicos. Se você quer conhecer um pouco mais da história da Palm, Blackberry e da Microsoft do mundo dos smartphones, leia o nosso texto de hoje!

Palm: to big to fail?

Durante anos a Palm dominou o mercado de pocket-pcs e smartphones. Dos primeiros dispositivos com tela monocromática e reconhecimento de escrita a mão ao Web OS, a empresa foi responsável por vários avanços (e fracassos) no mundo mobile. Com a introdução do Treo 270 no mercado, a Palm conseguiu criar um aparelho que fosse, ao mesmo tempo, um PDA e um celular. Pouco a pouco os telefones da marca trocaram o visual corporativo por linhas leves e telas mais brilhantes.

Além da união de smartphone e PDA, os anos 2000 trouxeram os telefones com formato de barra, teclados QWERTY e Windows Mobile para as linhas de produção da empresa. Apesar de ter dominado o mercado de telefones celulares, a má administração e uma série de rumos errados transformaram a Palm em uma marca triste do mundo da tecnologia. Após a venda de seus principais ativos para a HP (que tentou reviver o WebOS em uma linha de tablets e celulares), a Palm tornou-se uma marca na história da tecnologia. Hoje o WebOS reside na memória dos amantes por tecnologia e nas televisões da LG, enquantos os aparelhos para os quais ele foi originalmente criado estão guardados em gavetas de geeks ao redor do mundo.

Microsoft: uma longa briga por um lugar ao sol

A presença da Microsoft no mundo dos smartphones teve seus altos e baixos. O Windows Mobile residiu em aparelhos de executivos por longos anos. Lançado inicialmente 15 anos atrás, o sistema operacional teve seis grandes versões, até ser substituído pelo Windows Phone. Ele tinha várias características que mesmo o seu sucessor demorou a adotar, como o suporte a multitasking e sistema de navegação de arquivos e foi adotado por marcas como a Palm, HTC e Sony Ericsson.

Já o Windows Phone foi a aposta da empresa para bater de frente com o domínio do Android e iOS. Ainda que o market share do sistema jamais tenha sido grande o bastante para que ele conseguisse ser uma verdadeira ameaça para os dois gigantes, ele conseguiu um lugar de destaque no mundo da tecnologia. Reunindo algumas das melhores características do iOS e do Android, o Windows Phone é fluído mesmo nos aparelhos de entrada.

Entre o WP 7 e o Windows 10 mobile, as mudanças visuais foram poucas. A tela com fundo preto e grandes blocos coloridos passou a ter mais opções de personalização, permitindo a adoção de fundos alternativos e mudança de tamanho dos ícones. Com a Cortana e um sistema de venda de aplicativos universal, a Microsoft pretende atingir a convergência total entre smartphones e computadores, dando aos usuários do Windows 10 uma experiência unificada em qualquer lugar. Atualmente, a maior dificuldade da Microsoft é convencer pessoas a desenvolverem apps para o Windows Phone Diante disso, a companhia passou a estimular o uso de soluções que permitem a importação rápida de códigos de apps para iOS e Android facilmente.

Blackberry: A velha queridinha de todos os executivos

Durante anos a Blackberry foi uma empresa dominante no mercado de smartphones, ao ponto de muitos duvidarem das chances da empresa perder mercado. Com aparelhos robustos, com forte suporte para e-mail, um teclado QUERTY físico imbatível e um aplicativo de mensagens próprio com forte apelo à segurança, a empresa passou a ocupar os bolsos de diversos executivos. Entretanto, a falta de capacidade para adaptar-se às mudanças do mercado acabou causando uma grande perda de mercado da companhia.

Ano após ano, o market-share da Blackberry foi diminuindo para dar lugar à dominância dos telefones com Android e iOS, que possuíam mais aplicativos e atenção de desenvolvedores. Ainda que a companhia oferecesse suporte nativo nos seus sistemas para aplicativos Android, as vendas mantiveram-se baixas. Diante disso, a companhia lançou um aparelho com Android nativo e grande foco na segurança corporativa. O Blackberry Priv irá custar $ 699,00 dólares e possuirá uma tela curva Quad HD de 5.4 polegadas, processador Snapdragon 808, 32 GB de memória, 3 GB de memória RAM e teclado físico retrátil. Tudo isso acompanhado de uma bateria de 3.140 mAh, que pronete deixar o smartphone ligado por até 22 horas em uso moderado. Não há previsão de lançamento no mercado brasileiro.

Além do mundo dos telefones: a era dos IoT devices

Ano após ano, os smartphones ficaram cada vez mais integrados com as nossas vidas. Eles tornaram-se pequenos computadores capazes de nos lembrar de compromissos, conectar com amigos e nos guiar até lugares desconhecidos. Para aumentar ainda mais a convergência digital, os gadgets da internet das coisas passaram a ser os novos queridinhos do mundo tech. O maior destaque, atualmente, vai para os smartwatches. Ele se integra aos aplicativos do smartphone permitindo novas formas de interação com os aplicativos instalados no sistema. Assim, os relógios inteligentes são uma ferramenta complementar para o dia a dia do usuário, oferecendo uma experiência de uso mais simples e objetiva.

Quando os primeiros celulares chegaram ao mercado, eles eram itens exclusivos de executivos. Hoje, é impossível dar cinco passos sem encontrar alguém utilizando um smartphone para enviar mensagens, acessar as redes sociais ou fazer ligações. Para o desenvolvedor, é importante estar conectado com as novidades e as chances de lucro que esse vasto mercado oferece.

Ainda que o mundo mobile tenha mudado drasticamente ao longo dos anos, é importante que empresas estejam prontas para se adequar rapidamente, oferecendo soluções para os seus usuáriosindependentemente do dispositivo que eles possuam.

E você, o que acha das mudanças do mundo mobile nos últimos anos? Compartilhe as suas experiências conosco!

Comments

More articles

X dicas para você criar uma estratégia de mobile marketing infalível

November 20, 2018

Pesquisa de mercado: Por que ela é importante para o desenvolvimento de apps?

November 19, 2018

Google Play: Entenda o que é e qual a sua função

October 18, 2018

6 aplicativos Android que você precisar ter no seu celular

October 17, 2018