|
October 8, 2015
|

Mobile X Desktop: qual a melhor opção para difundir aplicativos

Em 2014, pessoas passaram quase metade do seu tempo consumindo conteúdos digitais por meio de smartphones. As plataformas móveis ganharam a atenção de desenvolvedores como maneiras fáceis de atingir um grande público, com um baixo custo de desenvolvimento e um grande potencial de lucro. Sites como Twitter e Facebook precisaram se adaptar ao fato de que a maior parte do seu tráfego passou a ser por meio de aplicativos móveis e não mais por navegadores em desktops. Desta forma, os apps para telefones tornaram-se uma ferramenta para empresas aumentarem a sua presença no mercado, de forma mais dinâmica e facilitando a vida de seus consumidores, parceiros comerciais e colaboradores.

Os nossos telefones já não são mais apenas um meio para entrar em contato com outras pessoas: eles são gadgets que, na palma de nossas mãos, nos tornaram mais produtivos e informados. Nesse cenário, onde os dispositivos móveis estão cada vez mais presentes, as possibilidades de lucro passaram a chamar a atenção de diversas empresas. As razões são simples. Ao contrário dos aplicativos para desktop, os apps de smartphones são fáceis de serem desenvolvidos, possuem baixo custo de manutenção e maiores possibilidades de geração de receitas.

Quer conhecer as vantagens de desenvolver para plataformas móveis? Leia o nosso texto de hoje:

Vantagens do universo mobile

Algumas empresas demoraram anos para notar o potencial que a internet poderia oferecer para os seus negócios. Com o avanço de serviços de computação em nuvem, e-mail e marketing digital, a web tornou-se vital para todos os setores envolvidos na operação de um negócio, dos setores de vendas aos de relações com consumidores. Entretanto, mesmo com a rápida popularização dos smartphones, várias companhias ainda não perceberam o potencial que a migração de sistemas e produtos para as plataformas móveis pode oferecer.

Telefones não são produtos usados por pessoas apenas para conversas em redes sociais, verificação rápida de e-mails ou envio de fotos. Eles também são ferramentas que facilitam o contato direto com marcas, a realização de compras e assinaturas de produtos.

Aplicativos móveis também tendem a ser mais seguros. Usuários de computadores não costumam manter os seus programas atualizados, a não ser nos casos em que as atualizações são configuradas para ocorrer automaticamente. O contrário não acontece no mundo dos smartphones, onde as atualizações são uma rotina frequente e até esperada pelos usuários. Sistemas móveis são projetados para que, quando uma nova função, remoção de erros ou melhorias na experiência de uso são implantadas, não haja perda de dados ou reinicializações, algo que não costuma acontecer no mundo dos aplicativos de desktops.

Lucro na ponta dos dedos

Além disso, o potencial de ganhos de receitas com um app mobile é bem maior do que com aplicativo para desktop. Isso acontece pois, ao contrário dos desktops ou sistemas web, pessoas estão mais propensas a gastar com um aplicativo que estará disponível em seus bolsos 24 horas por dia. Como o modelo de negócios em plataformas móveis é mais dinâmico, os ganhos também podem ocorrer por meio de serviços freemium (onde parte das funcionalidades de um sistema são oferecidas gratuitamente) ou por ads incorporados ao programa, que geram retorno financeiro de acordo com o número de cliques que recebem.

Já o desenvolvimento multiplataforma é facilitado por meio de frameworks que portam o código para Android, Windows Phone e iOS em apenas alguns cliques. Plataformas de desenvolvimento que facilitam a produção de apps para os três principais sistemas operacionais do mercado mobile diminuem custos de produção e tornam o seu produto mais visível para o usuário final.

Aplicativos móveis são o futuro

Pessoas estão passando cada vez mais tempo conectadas aos seus telefones. Mais do que isso, nós tornamos os nossos apps uma ferramenta para deixar as nossas rotinas mais práticas, gastando nosso tempo naquilo que realmente importa. Smartphones são o futuro e, cada vez mais, os usuários de um aplicativo serão responsáveis pela divulgação e popularidade de um serviço ou produto.

A criação de um aplicativo para smartphones e tablets é mais simples, rápida e com menor gasto. Com o grande crescimento do número de telefones no mundo todo, lojas de aplicativos tornaram-se grandes vitrines de oportunidades para desenvolvedores lucrarem com ferramentas inovadoras. Graças à segurança e ao controle de dados, pessoas ficam mais seguras ao comprar e utilizar um aplicativo novo, por saberem que o risco de perderem algum dado é menor.

Hoje, um usuário comum instala pelo menos três aplicativos em seu telefone, muitas vezes pagando por isso. Mais de 75% dos donos de smartphones usam aplicativos pelo menos uma vez ao dia, gerando bilhões em lucros para desenvolvedores. Saber se posicionar nesse mercado, antecipando tendências e diminuindo erros, é fundamental para o futuro de empresas que planejam estar à frente no mercado.

E você, já começou a desenvolver para mobile ou prefere apps para desktop? Compartilhe a sua experiência conosco!

Comments

More articles

Afinal, é possível criar app sem saber programação?

November 16, 2018

Como transformar um website em aplicativo?

November 14, 2018

Aplicativos: O que conhecer antes de criar um

November 13, 2018

É possível instalar aplicativos Android no Windows?

November 9, 2018

LEAVE A COMMENT