|
March 21, 2016
|

Entenda o que é BYOD e as vantagens e desvantagens que ele pode oferecer

Você sabe o que é BYOD? Essa nova forma de gerir a estrutura de TI vem ganhando cada vez mais espaço no universo corporativo nos últimos anos. O BYOD diminui os gastos com tecnologia e ainda torna funcionários mais satisfeitos.

Ficou curioso? Então leia o nosso texto de hoje e saiba mais sobre os impactos que essa política pode causar na sua companhia!

O que é BYOD

A sigla para Bring Your Own Device (traga o seu próprio aparelho, em português), o BOYD é um conceito de gestão de infraestrutura em TI que teve origem na Intel e, desde então, tem sido adotado por várias companhias. Ele consiste na mudança das estratégias digitais da empresa para uma abordagem em que os funcionários passam a utilizar os próprios aparelhos eletrônicos no seu dia a dia.

O uso do BYOD ganha força, principalmente, diante do fato de que a maioria das pessoas utiliza equipamentos mais modernos do que os disponibilizados pelo departamento de TI corporativo. Naturalmente, essa estratégia possui os seus desafios mas, no final do dia, a empresa contará com uma estrutura de TI mais moderna e eficiente.

Principais vantagens do BOYD

Negócios que adotam o BYOD ganham diversas vantagens em relação a sua concorrência. Os custos de gestão com TI, por exemplo, diminuem consideravelmente. Gastos relacionados à troca de equipamentos e custos com conexões de rede fora do ambiente corporativo passam a ser de responsabilidade do funcionário e não mais da empresa.

Os índices de satisfação dos funcionários também passarão por melhorias. Pessoas sentem-se mais confortáveis trabalhando com máquinas que elas tiveram a oportunidade de escolher e personalizar de acordo com as suas preferências pessoais. A sensação de ter um aparelho para utilizar no dia a dia que é melhor do que as máquinas antigas que muitas vezes são disponibilizadas pela companhia é algo que compensa o custo de se investir em um notebook pessoal.

Nesse sentido, os dispositivos que são utilizados em empresas que adotam o BOYD tendem a ser mais avançados. Como usuários fazem upgrades em uma frequência maior do que as empresas, elas passarão a se beneficiar de dispositivos com maior poder de processamento.

Principais riscos ao adotar o BYOD

Ao implementar o BYOD em sua empresa, diversos aspectos técnicos devem ser considerados. O principal deles é o controle sobre a estrutura digital da empresa.

As políticas de uso de recursos e as estratégias de segurança devem ser reformuladas para a nova realidade da empresa. O departamento de segurança digital deve estar preparado para impor limites de uso dos recursos de rede, assim como o funcionário deverá passar a atualizar as ferramentas de segurança com mais frequência.

A política de segurança digital e privacidade deve ser clara e compreendida por todos. Ferramentas de computação na nuvem, máquinas virtuais e VPNs podem ser adotadas. Elas auxiliam empresas a impedir que eventuais brechas de segurança na máquina do usuário possam comprometer a confiabilidade dos sistemas internos.

As normas de privacidade também devem envolver a preservação dos dados privados da companhia. Como muitas empresas já utilizam serviços de armazenamento em nuvem nas suas linhas operacionais, regras relacionadas a posse de dados em equipamentos de terceiros devem ser criadas para garantir que os registros internos de uma empresa não caiam nas mãos erradas.

Modernizando empresas e reduzindo custos

Todos os anos novas tendências surgem no mercado de tecnologia. As soluções de computação na nuvem, desenvolvimento multiplataforma e os gadgets vestíveis são apenas alguns exemplos de como a tecnologia está revolucionando a forma como pessoas e empresas lidam com a informação digital.

Nesse cenário, o BYOD é uma das tendências indispensáveis para quem pretende diminuir os gastos com tecnologia e tornar a estrutura de TI mais avançada. Apesar dos desafios de segurança digital e privacidade que esta abordagem possui, ela é considerada por muitos gestores de TI uma forma prática para tornar empresas mais competitivas.

Para as empresas de desenvolvimento, elas podem ser integradas à criação de softwares em frameworks multiplataforma. Assim, a empresa será capaz de criar soluções para vários mercados nos melhores dispositivos do mercado. Quer saber mais sobre o tema? Então leia onosso texto sobre o assunto!

 

Comments

More articles

X dicas para você criar uma estratégia de mobile marketing infalível

November 20, 2018

Como Apps Mobile podem aumentar a produtividade da sua empresa?

September 28, 2018

Saiba como melhorar o desenvolvimento de aplicativos na sua empresa

September 4, 2018

Qual o melhor para a minha empresa: ERP na nuvem ou ERP local?

July 23, 2018