|
February 29, 2016
|

Conheça as diferenças entre aplicativos nativos, mobile e híbridos

No mundo de aplicativos mobile, existem três opções de tipos: os aplicativos nativos, os mobile e os híbridos. Diante dessas opções, é comum que alguns desenvolvedores de primeira viagem tenham dúvidas na hora de escolher o melhor para o seu app.

Mas realmente existe uma opção que seja a melhor? Qual a é diferença entre eles? É exatamente isso que vamos te mostrar no post de hoje! Continue acompanhando e descubra mais sobre o assunto:

Aplicativos nativos

Os aplicativos nativos são instalados e armazenados dentro do dispositivo mobile para rápido acesso, baixados através de uma loja específica para cada plataforma (como iOs ou Android). Eles são feitos usando os SDKs e as linguagens nativas de cada uma dessas plataformas, o que facilita o acesso a funcionalidades do sistema operacional e sensores como GPS e a câmera.

Uma das grandes vantagens de concentrar o desenvolvimento em um aplicativo nativo é a facilidade de otimizar o código por tratar diretamente com as bibliotecas do sistema operacional do dispositivo. A desvantagem é que um aplicativo nativo custa mais caro, precisa de desenvolvedores com conhecimento mais específico e ainda tem que passar pela aprovação da loja que vai publicá-lo.

Aplicativos híbridos

Aplicativos híbridos são feitos usando linguagens e tecnologias de web apps e usam wrappers ou frameworks para serem convertidos em um aplicativo instalável no dispositivo do usuário. Esse tipo de app também é publicado na loja e funciona de forma similar aos nativos. Sua grande vantagem é exigir apenas conhecimento de desenvolvimento web e, portanto, tem um custo menor de desenvolvimento.

Alguns frameworks têm bibliotecas para facilitar a integração de aplicativos híbridos com várias funcionalidades de dispositivos, mas sempre podem ocorrer problemas de compatibilidade e por conta de atualizações que quebram fácilmente o framework.

Outra possibilidade de aplicativos híbridos é apenas renderizar uma web view que insere a página web diretamente no aplicativo, limitando o acesso às funcionalidades do dispositivo. No entanto, ainda é a alternativa mais barata para garantir presença do seu aplicativo em todas as app stores

Mobile web apps

Web apps são páginas na internet acessadas como qualquer outra através de um browser. Eles não são realmente aplicativos, não podem acessar alguns elementos do dispositivo como notificações nativas, mas exigem apenas o design de um web app com uma interface mobile. A vantagem é que não é necessário passar pela burocracia para ser aprovado para entrar na app store e o app pode ser atualizado com facilidade.

Mobile web apps possuem um custo bem mais baixo de desenvolvimento e atualização e dependem apenas do browser como interface de acesso, reduzindo a dependência de distribuição nas app stores.

Qual é o melhor?

Aplicativos nativos podem oferecer uma experiência de usuário muito mais agradável por serem otimizados para o sistema operacional, mas é difícil justificar a escolha de um aplicativo nativo sendo que híbridos e mobile web apps não ficam muito pra trás nesse aspecto — exceto em casos muito específicos.

O custo de web apps e aplicativos híbridos é muito mais baixo, além do fato de que os web apps ainda ficam disponíveis para acesso em browsers em desktops e outros dispositivos. Além disso, a tecnologia por trás dos frameworks que criam aplicativos híbridos melhora a cada dia, diminuindo a diferença entre os apps desses tipo e os nativos.

Hoje em dia, cada vez menos as pessoas usam aplicativos instalados, muitos instalam e usam apenas uma vez e os esquecem ou desinstalam. Um web app não tem esse problema, visto que não ocupa espaço no armazenamento do celular e está sempre acessível através de um browser, facilitando a vida do usuário.

E você, conhece mais vantagens e desvantagens dos aplicativos nativos, híbridos e dos mobile web apps? Deixe um comentário sobre o assunto!

 

Comments

More articles

X dicas para você criar uma estratégia de mobile marketing infalível

November 20, 2018

Afinal, é possível criar app sem saber programação?

November 16, 2018

Como transformar um website em aplicativo?

November 14, 2018

Aplicativos: O que conhecer antes de criar um

November 13, 2018